Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


A primeira vez que saí em missão foi ao Rio Grande do Sul, ficando mais ou menos um mês. Me apeguei muito às pessoas e por isso quando retornei à minha casa, foi um sofrimento sem fim. Eu ficava me lembrando de cada uma das pessoas que conheci e uma saudade em forma de angústia me assolava sem piedade. Apesar de todas as bênçãos que o Senhor havia realizado naquela missão, passei na casa da Laurinha, nossa intercessora e apresentei toda minha insatisfação. Disse a ela que se fosse para sofrer cada vez que eu tivesse que sair em missão, eu não queria mais ser missionário. E pra completar, ainda naquela noite uma das pessoas que eu havia conhecido me ligou chorando. E cada vez mais a saudade tomava conta de mim... A Laurinha rezou por mim e eu acabei dormindo ali mesmo...

Logo de manhã, acordei numa felicidade tão grande que todos perceberam e perguntavam o que estava acontecendo. Só então me dei conta que o Senhor havia me curado durante a noite. Foi como se Ele tivesse retirado tudo com apenas um toque de sua mão. Mas o lindo que me aconteceu foi o que Ele deixou gravado em meu coração. Um ensinamento que hoje caminha comigo:

É possível sentir saudade de uma pessoa apenas? - Claro que sim!
É possível sentir saudade de duas pessoas ao mesmo tempo? - Sim.
De um grupo ou uma comunidade inteira? - É possível, mas já não assola tanto.

Entendeu? Parece loucura, mas quanto mais amarmos, menos sofreremos! Amar é o segredo e nossa limitação é o ingrediente para amenizar nossas dores, pois jamais conseguiremos sentir saudade de tanta gente ao mesmo tempo e muito menos com a mesma intensidade que sentimos por uma só pessoa.

Ame sem medo! Aproveite cada momento para amar às outras pessoas que encontrar. Se lance ao puro amor sem medo de decepção, ainda que tenha que enfrentá-la em sua vida. Amar amadurece o coração e cura feridas profundas.

Creia, amar cura saudade!

 

  
  
 

Ver outros artigos de Walmir Alencar

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.