Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


Paz e alegria!

Você já parou para pensar ou meditar sobre qual é a diferença de ser um “ministro de música” e ser apenas um “músico”?

Este é o questionamento que eu venho fazendo há algum tempo depois de presenciar muitos “músicos”, dentro de nossa Igreja, evangelizando com a NOSSA música católica.

Há muita gente preocupada em ser conhecida e em ser melhor (tecnicamente) que fulano ou cicrano...
Há muitos, em encontros e shows religiosos, fazendo de tudo (e mais um pouco) para ser o centro das atenções em cima do palco...
Há outros que só fazem parte de uma determinada banda ou ministério quando tudo está perfeito, quando todos estão cantando e tocando bem, sem querer carregar a cruz que lhe dará a futura vitória.

Será que não estamos esquecendo mais nada?

O “ministro de música” precisa rezar com seu instrumento. Sua guitarra, seu contrabaixo, sua bateria, seu teclado, seu microfone é só um instrumento de oração e de evangelização. Há pessoas necessitando serem salvas pela canção!

Deus nos escolheu para sermos consagrados, irmos para a batalha espiritual e salvar o Seu povo com a música que vem do céu.

Meu irmão, minha irmã... Quando agimos como “artistas”, dentro de uma missão que nos foi concedida para a salvação de almas, nós decepcionamos o Senhor. Precisamos mostrar para os céus, para a terra e até mesmo para o inferno que nossa música é ministrada por consagrados.
Para isso, precisamos cantar o louvor e a misericórdia do Senhor... Ele agora grita conosco, através deste artigo, para nos acordar e nos ajudar a sairmos do erro em que, às vezes, queremos ser mais que nossos irmãos e esquecemos de que quem deve ser “mais” é sempre o próprio Senhor. Precisamos viver com coerência. Não podemos permanecer nos erros do mundo, continuando a decepcionar nosso Criador. Precisamos nos firmar em Jesus e nos profetas (os outros músicos que ministram conosco)!

Como disse Padre Jonas Abib (Comunidade Canção Nova), no Acampamento de Músicos de 2002, “Convertam-se e comecem hoje uma vida nova! Deus não volta atrás na sua escolha. Uma vez que Ele te escolheu, está escolhido. Uma vez que Ele te consagrou, está consagrado. Por isso, elimine o pecado na sua vida e Deus lhe dará a Sua graça, a Sua força e o Seu Espírito!”.

 

Santa Cecília, rogai por nós!

Jesus abençoe!

Rafael de Angeli
rafael@canaldagraca.com.br
Canal da Graça - Araraquara-SP

  
  
 

Ver outros artigos de Rafael de Angeli

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.