Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


Paz e alegria!

Esta semana eu estava pedindo ao Pai um tema para refletirmos neste espaço... Nada me vinha ao coração... Foi quando, ao ouvir a música "Tempo de Recomeçar", do CD "Aquele Que É", lançamento de meu amigo e irmão Ricardo Sá (Canção Nova), o Espírito Santo foi me colocando várias reflexões.

Primeiramente podemos meditar a letra desta canção, correto? :-)

"Tudo passa nessa vida, eu bem sei. Tantas Tribulações eu vivi. Jamais pensei um dia recomeçar. Mas a insistência dominou e invadiu meu coração.
Agora eu sei, Jesus, sempre é tempo de recomeçar e descobrir que a maior razão de existir é sentir o amor de Deus. Não adianta tentar fugir, nem pensar em desistir, porque Deus não deixará de te sentir".

Mais que servo da música, precisamos ser sempre servos de Deus.

Você sabia que a prata somente fica purificada quando o fundidor consegue enxergar o seu rosto refletido nela? Como no exemplo, essa mesma purificação, no fogo, Deus quer (e precisa) fazer com todos nós.

Quando Deus nos coloca no "fogo", o nosso ser começa a reagir e acabamos nos entristecendo, arrumando desentendimentos, confusões, etc. E como diz o próprio Ricardo Sá em suas pregações, "a grande característica do sofrimento cristão é a alegria". Quando sofremos, unimo-nos com o Cristo, fazendo a purificação acontecer.

Aí que entra a nossa conversão: como acontece com a prata, que necessita deixar que suas impurezas se destruam totalmente, precisamos aceitar ficar "dentro do fogo" para fazer a purificação acontecer.

Qual instrumento é o mais importante em um ministério de música? Nenhum! Os instrumentos mais importantes somos nós e não as nossas canções. O ministério é formado pela qualidade das pessoas. Se elas forem pratas puras, o grande Fundidor terá que purificá-las até ver Seu reflexo nelas. Este é o grande "X" da questão!

Para que Cristo possa cantar em nós, precisamos morrer e sermos purificados. Precisamos agüentar permanecer no fogo, sem murmurações, reclamações ou estresses (a nova "mania" do momento), para que a prata não rache. É assim que hoje eu estou aprendendo a viver com meu ministério, com as dores e com a cruz do Senhor em nosso meio.

Não esqueça que “Deus é fiel: não permitirá que sejais tentados além das vossas forças, mas com a tentação ele vos dará os meios de suportá-la e sairdes dela” (I Cor 10, 13).

 

Santa Cecília, rogai por nós!

Jesus abençoe!

Rafael de Angeli
rafael@canaldagraca.com.br
Canal da Graça - Araraquara-SP

  
  
 

Ver outros artigos de Rafael de Angeli

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.