Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


A CANÇÃO e o PODER

Quando a canção vira indústria, ela vira instrumento de poder. O mundo da canção profana é cheio de políticas e de esquemas de poder. Nem sempre a rádio toca a melhor canção ou os melhores cantores e sim os que servem ao objetivo da gravadora ou das emissoras. Isso explica porque muitos bons cantores não são mais tocados, enquanto que outros que nem cantam direito recebem todo o apoio. Não é que Milton Nascimento ou Gal Costa passaram a cantar mal. É que interessa à indústria criar música de consumo. Como explicar que Tiririca tenha vendido mais que Gal Costa ou Caetano Veloso? Pode acontecer o mesmo com a canção religiosa. Às vezes, uma mensagem extraordinária, coberta de música bem executada não chega ao povo porque um poder dentro da Igreja prefere tocar outras músicas de menos qualidade, mas da linha daquela rádio ou gravadora. Se a Igreja não buscar qualidade, trairá sua missão de divulgar o evangelho com conteúdo forte. A Igreja não pode fazer este jogo.


A CANÇÃO e o SECTARISMO

Se não tomamos cuidado, acabamos ouvindo apenas as canções do nosso grupo, da nossa linha, dos nossos amigos. Com isso perdemos a riqueza que há na Igreja. Ouve-se tanta coisa, por que não ouvir os outros cantores religiosos, mesmo que não sejam da nossa linha? Sinto ter que dizê-lo, mas mede-se o grau de sectarismo do músico pelo tipo de CDs que tem na sua estante. Se mais de 90% são só de seu grupo, ele não entendeu nem seu grupo, nem sua Igreja e nem sua vocação de músico. Pegou um raio de sol e o ensacou. E não quis mais saber das outras luzes que o sol nos envia.


A CANÇÃO e a VAIDADE

Canção pode ser fruto de humildade ou de vaidade. Depende da espiritualidade do cantor!

 

Pe. Zezinho, scj (pezscj@uol.com.br)
www.padrezezinhoscj.com - Taubaté-SP

  
  
 

Ver outros artigos de Pe. Zezinho, scj

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.