Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


Em um de meus últimos escritos, falei muito do fazer o bem, viver o amor e ter esperança para encarar as mudanças com otimismo... Peço licença para falar também das coisas tristes que estamos passando, peço licença para denunciar um pouco, para falar do sofrimento.

Dias atrás, assistindo ao Jornal Nacional, fiquei horrorizada em ver a situação de nosso país... É claro que não foi a primeira, nem a última vez que vou ver cenas chocantes de países em guerra ou algum acontecimento aqui em nosso prédio e que viemos a saber pela TV. A violência tomou conta das pessoas, parece que todas as bombas estão explodindo de uma só vez... Imagine um seqüestrador, um ladrão, um traficante, que levam tantas pessoas inocentes a um caminho sem saída, um ex-senador preso... É triste, revoltante! O que se passa dentro da cabeça de seres humanos como estes? São tráficos em vários Estados do nosso país influenciado pelo tráfico internacional... Os pais estão cada vez com mais medo de deixar seus filhos brincarem no portão, fora de casa, e não tiro as suas razões, nas capitais principalmente... Muitas pessoas, como eu, devem se perguntar onde tudo isso vai parar? Cadê a tão sonhada paz?

O sensacionalismo tomou conta dos programas de TV. Tudo é aos extremos!! Estão na base do 8 ou 80. E na grande parte é tristeza ou nudez. Um programa que fala de amor, não dá ibope se não tiver uma sacanagem no meio. Não dá para ser omisso, fingir que não vemos a fome, a miséria, a hipocrisia, a diferença social, os contrastes... Fazer a paz também significa denunciar, abrir nossos olhos para a realidade de tantos... Daí aumenta a nossa responsabilidade como evangelizadores, aumenta a responsabilidade das TVs católicas, das rádios, dos movimentos de comunicação social, a aua responsabilidade como leigo e a da igreja em geral.

Não podemos ficar alienados a pensamentos que nos são impostos... Devemos falar de paz, mas não nos fecharmos em nosso mundo, fingindo que estamos fora dos acontecimentos ou que situações como as que citei acima nunca acontecerão conosco, que nunca vão nos assaltar, que nunca vamos ter pessoas envolvidas com drogas.... É triste imaginar que tudo isso acontece por ganância e, além de tudo, por FALTA DE AMOR... Sim, por falta de amor...

Se as pessoas se amassem como Cristo deixou, tudo não estaria como está, humanos teimosos somos todos nós! Se os pais de tantos jovens dessem o amor necessário (e isso independe de classe social), muitos deles não estariam envolvidos em drogas por solidão.

Esses são fatos que cometemos. Não devemos colocar Deus no meio de tudo isso e achar que Ele permite tudo. O erro é humano... Onde estão as reportagens da grande mídia a respeito do bem e do amor??? Onde estão as boas obras??? O evangelizador deve ter coragem de dizer isso aonde for, falar do sofrimento do povo, das tristezas e levar a esperança para que cada coração que ouvir, faça da vontade de lutar um meio de levar amor onde existe a dor.

 

Karla Fioravante
karla.fioravante@terra.com.br
Cantores de Deus - São Paulo-SP
  
  
 

Ver outros artigos de Karla Fioravante

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.