Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


Tratamos nesta coluna de um assunto muito delicado: os nossos irmãos de ministério individualmente (seja do sue ministério ou não). Sabemos que somos diferentes uns dos outros, mas trabalhamos por um só objetivo que é trazer as pessoas pra Deus através da nossa música e não podemos ser diferentes neste pensamento. Neste ponto, sou agraciado por Deus, porque no meu ministério, tenho grandes amigos que respeitam e ajudam a melhorar as minhas imperfeições, servindo como apoio uns para os outros.

No ministério de música, saiba que até os cantores-solo precisam de produtores, músicos e orações, então, deixe sempre o individualismo para trás, o orgulho de lado e peça ajuda sempre que necessário para qualquer dúvida sua e do seu ministério.

Tenha sempre com você a certeza de que os outros grupos, bandas e cantores não são nossos adversários, e sim, nossos amigos, lutando pelo mesmo ideal: EVANGELIZAR. Desde o "cara" que toca sozinho na missa ou no grupo de oração, até as bandas mais famosas que vendem muitos CD's e estão sempre na mídia. Você tem o direito de pedir auxílio a esses irmão e o dever de corrigi-los e segura-los em seus erros e quedas.

Tente a cada missa (grupo, show, etc) entregar a vida do seu ministério de música, pedindo à Deus que retire do você e dos seus companheiros todo o orgulho, vaidade e, principalmente, a inveja uns pelos outros, pois, seremos sempre invejados e atacados pelo mundo, mas não por nós mesmos.

Muito cuidado com cada integrante que entra no ministério. Estude até o último momento se a entrada deste irmão será boa, não só para o ministério, mas para ele também. Deixe claro que o ministério de música não é só profissão, mas também não é só um "lazer para quando tivermos tempo". A música de Deus exige compromisso e respeito em três aspectos: respeito com Deus, com os irmão e com os companheiros de ministério... e no fundo, respeito com você mesmo!

Fique atento às provas que a vida te traz. Esteja preparado para aceitar as coisas que fogem do seu controle e da sua vontade. Esteja preparado para as humilhações que este ministério reserva para cada um de nós, pois muitas das vezes, teremos que tocar e cantar mesmo não sendo a nossa vontade, mesmo quando e som não estiver "colaborando" e até mesmo quando formos perseguidos injustamente. Fique firme! Deus sabe até onde poderemos ir e nos convocará para segurar e levantar o nosso irmão de ministério quando este chegar ao seu limite.

Se possível, tenha sempre por perto um diretor espiritual para o ministério de música e um só para você. Ele (o padre) poderá ajudar você(s) a refletir antes de tomar qualquer decisão.

No mais, é orar e vigiar uns pelos outros sempre, pois somo responsáveis não só pelo nosso ministério, mas pelo ministério, também, daqueles que nos cercam!

"O que aprendestes, recebestes, ouvistes e observastes em mim,
isto praticai e o Deus da paz estará convosco." (Filp 4,9)

 

A paz de Cristo e um abraço do amigo,

Cley Souza (grupodeusdapaz@catolico.net)
Banda Deus da Paz - Rio de Janeiro-RJ
  
  
 

Ver outros artigos de Cley Souza

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.