Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


A gravação de um CD é um momento muito importante para qualquer artista, inclusive o artista católico. São muitas opções e decisões para serem tomadas, desde a escolha de repertório, estúdio, tipos de gravação (analógica ou digital), até a parte gráfica (escolha de fotos, orçamento de fotolitos); enfim, um trabalho bastante variado e complexo.

Atualmente, com certa facilidade encontramos em grandes centros urbanos, estúdios e profissionais competentes para realizar uma gravação. Existem muitos profissionais liberais, programadores visuais e designers, acostumados com a criação do material gráfico necessário para um CD. Mas por onde começarmos?

"Do começo", eu diria, meu bem humorado leitor "on line". O início de tudo é a pré-produção. É neste momento em que, movidos pela inspiração do Espírito Santo, somos chamados a ordenar tudo, utilizando nossa razão, bom senso e inteligência para uma evangelização mais eficaz.

Primeiro, ter muito claro o "conceito" do CD. Neste caso, a participação de um produtor experiente é fundamental para que seja realmente transmitida a identidade musical do artista/evangelizador. Desde a escolha do repertório, criação dos arranjos e escolha de andamentos, devemos ter em mente que um CD é uma obra "fechada", que deve nos transmitir uma unidade. A busca por essa unidade deve ser a prioridade para que o trabalho tenha bases sólidas. Alias, "unidade" também na mensagem evangelizadora!

É essencial a revisão doutrinal de todas as letras por um sacerdote. E não nos esqueçamos da revisão de português também, pois devemos sempre ser irrepreensíveis em tudo. Essa revisão deve ser feita por um profissional realmente competente e não apenas "por um amigo que saca muito disso".

As músicas devem estar em comunhão com o grupo, não apenas ligada por um gosto subjetivo, mas principalmente levando-se em conta características, talentos e carismas. Deve-se cuidar também para que todas as canções de autoria própria estejam devidamente registradas e de preferência editadas. As canções que não pertencerem ao grupo, precisam ser examinadas com muito cuidado pois é preciso a autorização dos autores e, especialmente, levarmos em consideração o custo para serem gravadas. Numa produção independente a responsabilidade com o repasse financeiro dos compositores é do grupo e isto deve ser persisto no orçamento, para não se ter surpresas desagradáveis.

Aguardem a continuação!

 

Augusto Cezar - DOM
tioguto@ig.com.br
Rio de Janeiro-RJ

  
  
 

Ver outros artigos de Augusto Cezar

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.