Loja CDCristão.COM
Home
Notícias
Releases/Biografias
Links
Blogs
Orkut
Twitter
Lançamentos
Catálogo
Em Estúdio
Loja Virtual
Ranking
Prêmios
Aniversariantes
Promoções
Newsletter
Agenda/Eventos
Programa Acorde
Cristoteca
Rádio Beatitudes
Clipes
Cifras
Partituras
MP3
Entrevistas
Salmo On-Line
Luiz Carv. Responde
Carta do Papa
Direitos Autorais
Lista de Discussão
Artigos - Músicos
Testemunhos
Artistas
Gravadoras
Rádios Católicas
Divulgação
Fale Conosco!
Pedido de Orações


Particularmente, nunca vivi essa experiência, mas isso não impede que quase todos os dias eu veja experiências tão cruéis.

O que faz uma pessoa vender seus bens pessoais, pegar dinheiro emprestado ou até mesmo vender a sua própria casa para se lançar como cantor?

Todos os dias eu vejo sonhos desfeitos e grandes desilusões na vida de pessoas que só queriam mostrar o seu talento porque poucas pessoas sabem o que está por trás do lançamento de um disco num país de dimensões continentais como o Brasil.

GRAVAR UM CD

É a parte mais fácil.
Com um pouco de dinheiro e um simples estúdio é possível concretizar esta parte.

DIVULGAR UM CD

Com um pouco de dinheiro e um círculo de amizade nos meios de comunicação sociais também é possível se fazer alguma coisa.

DISTRIBUIR COMERCIALMENTE UM CD

É a parte mais difícil. Parece até coisa de fim de mundo. Sabe como é o fim do mundo? Você tem dinheiro para comprar comida e não há comida nas prateleiras para se vender. Com a distribuição comercial de um CD é mais ou menos assim. Existem centenas de lançamentos todos os meses no Brasil e não há lugar nas prateleiras para todos os CDs. É natural. Precisaria que uma loja de CDs fosse como um grande supermercado de discos para caberem todos os lançamentos. Aí muita gente pergunta: como, então, é feita a distribuição comercial dos CDs que estão nestas lojas? Algumas grandes gravadoras se juntaram, montaram uma grande distribuidora e conseqüentemente naqueles espaços das prateleiras só cabem os produtos dos seus selos. Aí muita gente pergunta: e se eu resolver colocar o meu CD numa rede de lojas de um amigo? Você pode até conseguir colocar o seu CD nas lojas do seu amigo, mas jamais nas lojas que compõem o mercado nacional. Há até casos de cantores e compositores que são conhecidos nacionalmente e não encontramos os seus discos nas lojas.

O grande desafio é convencer um artista que colocou todos os seus sonhos numa obra e tentar explicar para o mesmo que o sonho pode terminar na gravação ou, no máximo, na divulgação de suas canções.

Gostaria de deixar claro que sonhar é direito de todos. Por outro lado é preciso sempre colocar os pés no chão.

A produção de um disco é parte de um processo que necessita de uma retaguarda. Podemos chamar esta retaguarda de gravadora, cooperativa, associação, fundação, etc.

Sei que muitos que estão lendo este artigo devem estar se perguntando: quem é o Antonio Cardoso para dizer que eu não devo jogar minhas economias no projeto de meu disco?

Tenho 22 anos de estrada. Já vi de tudo e nada me machuca mais como músico do que ver pessoas envelhecendo sem desconfiômetro. De qualquer forma, gostaria de oferecer algumas pistas:

1) Se a sua música é boa de verdade (não importa o gênero), mostre para pessoas que também conhecem um pouco de música. Não vá pelos aplausos dos seus "amigos".
2) Se há um sonho de gravar um CD, você tem recursos e não há uma gravadora interessada, proponha uma parceria com uma editora, com uma gravadora, com uma associação. Faça uma parceria de conveniência, mas não entre sozinho nessa. Você queima sua obra e queima também o seu sonho.
3) Procure focalizar o trabalho musical para um público que você acha mais próximo.
4) Tente acontecer regionalmente. O primeiro passo para quem deseja ser reconhecido nacionalmente é ser reconhecido no lugar onde vive. Essa história de que santo de casa não faz milagre não é bem assim. Quando a gente não consegue vencer barreiras menores, só consegue vencer as maiores quando a sorte acontece dentro de uma grande aventura.
5) Se você deseja ser cantor religioso, não entre nessa sem formação. Música na igreja é catequese, não é simplesmente diversão.
6) Ouça os comentários a seu respeito com humildade.
7) Procure estudar o máximo possível. Se você não der certo como músico, pode trabalhar em outra área sem deixar que a vida te humilhe tanto.
8) Reze bastante. A força da fé é fundamental em qualquer sonho.
9) Não marque o dia e a hora para o sucesso acontecer. O segredo de se viver bem é viver com serenidade. Nestas horas, a presença de Deus em sua vida é fundamental.
10) Recomece quantas vezes for necessário. É sinal que a velhice não chega simplesmente com o cansaço.

Existe aqueles que, sem regra nenhuma, conseguem fazer sucesso. São poucos para um universo de tantos talentos. Ficar esperando a sorte é uma coisa. A gente precisa ir à luta e de um jeito organizado e planejado. Esperando que o acaso aconteça ou simplesmente jogando como quem vai numa roleta russa, na maioria das vezes, é sofrimento na certa.

A música é algo divino. É o próprio Deus que se utiliza de uma linguagem terna e amorosa, muitas vezes para dizer coisas duras. Vá à luta, meu irmão. Mas não morra antes da hora. Você também é muito importante como PESSOA.

 

Antonio Cardoso
cardososhow@linsnet.br

  
  
 

Ver outros artigos de Antonio Cardoso

Voltar para ARTIGOS

Listar TODOS os artigos em ordem alfabética

  
  
  Envie esta página para um ou mais amigos!
  
  
 
Voltar...
  
 
  
 Copyright © 2001 - 2011 por Portal da Música Católica. Todos os direitos reservados.